Já repensou o jeito como você lava suas roupas?

abril 26, 2016

Muitas vezes achamos que por não ser algo em grande escala como a fabricação de roupas em indústrias, o impacto é pequeno para ser considerado. Mas a verdade é que essa atitude por ser considera tão básica, é deixada de lado ao pensar em uma vida mais sustentável. Foi lendo o livro Moda & Sustentabilidade que percebi o quanto esse impacto é imenso e pode ser facilmente diminuído.

O livro cita como exemplo a energia necessária para lavar uma camisa de poliéster, no seu tempo de vida útil, é quatro vezes maior que a energia utilizada para fazer a peça. Mas isso não significa que pelo fato da energia para produzir seja menor, a saída seja comprar uma nova. Há outros fatores envolvidos e como já falei por aqui antes, usar até o final a peça é uma das respostas para o consumo mais consciente e sustentável.

No nosso país não há o costume de lavar as roupas com água quente, nem de utilizar a secadora, diferente de países mais frios que muitas vezes não tem a vantagem de poder deixar a peça secar no varal. Isso é um ponto muito positivo para o Brasil, pois dessa forma economizamos bastante energia. É sempre preferível que a lavagem seja feita da forma mais natural possível, mas como nem sempre é possível lavar tudo a mão, quanto mais for feita essa maneira melhor.


Lavar no limite máximo da máquina em vez de fazer várias lavagens pequenas ajuda a economizar bastante água. Aqui em casa tudo só é lavado uma vez por semana, dividido em peças claras e escuras. O que chega em outro fator muitíssimo importante: A frequência. Somos conhecidos pela higiene e na lavagem das roupas não seria diferente. É um costume da população em lavar a peça a cada uso, sem pensar duas vezes. Acontece que essa peça provavelmente poderia ser utilizada duas ou três vezes, o que economizaria não só energia, mas também água, o produto utilizado e também aumenta o tempo de vida útil da peça. Quanto mais lavada sua camiseta for, mais rápido ela irá desgastar e assim, te levando a comprar uma peça nova. 

O produto que é utilizado para essa lavagem também faz parte dessa mudança, já que os produtos mais populares tem químicos abrangentes, danificando a peça e também inabilitando a água que foi utilizada. Sem falar que a maioria testa em animais, causam alergias e fazem muito mal para as pessoas que produzem e consumem. Existe diversas receitas na internet (a Cristal já ensinou aqui) para fazer seu próprio sabão, mas atualmente utilizo o sabão de coco da marca Milão pois ainda não encontrei algo que lave tão bem. Se for algo com mancha, vinagre + bicarbonato de sódio + escova fazem milagres. Como amaciante, eu coloco um pouquinho de vinagre quando sinto necessidade e é isso, muito mais simples do que parece. :)



4 comentários on "Já repensou o jeito como você lava suas roupas?"
  1. Ótimas dicas! Eu uso a peça o máximo possível antes de ser lavada. Agora no inverno então é muito mais fácil, pois quase não transpiramos!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna, muito obrigada!
      No inverno fica bem mais fácil mesmo, notei demais quando fui lavar as roupas essa semana de tão pouco que era rs

      Excluir
  2. Uma dica simples: ao invés de lavar muito a roupa, colocá -la um pouquinho no sol tira odor e fica com cheio de limpinha.

    ResponderExcluir

Colaboradores

Assinatura

Assinatura