O Slow Beauty e tudo que ele representa

agosto 25, 2016

O modo de vida "slow" começou com um manifesto para a comida local e natural, chamada de slow food. Hoje temos além dele, movimentos em diversas áreas que compartilham do mesmo sentimento, priorizando a qualidade em vez de quantidade, a produção local e fazendo uso de maneira consciente e respeitando o tempo da natureza e do indivíduo. Já comentei aqui sobre o slow fashion e aqui sobre o slow travel, mas hoje o assunto é sobre beleza.

Mas afinal, o que é slow beauty? 

Uma ida rápida a uma loja de cosméticos é possível ver a problemática do mercado de beleza atual:  São várias propagandas, vendedores e todo tipo de divulgação para vender novidades que chegam todos os dias, prometendo resultados rápidos e imediatos para aspectos do corpo que muitas vezes são naturais. O Slow Beauty surge nos EUA, defendendo o empoderamento das mulheres e incentivando-as a se conhecerem, atitudes que a indústria cosmética só fez diminuir para se aproveitar da vulnerabilidade e assim, garantir as vendas em alta.

Enquanto a mídia nos ensina apenas um padrão de bonito e certo, incentivando a compra de seus produtos "milagrosos", criando uma urgência para a mulher de atingir tal aparência, o slow beauty vem em contra partida de todo esse sistema e nos mostra que o cuidado próprio vem como forma de carinho e não de obrigação. Do jeito que vejo, o slow beauty está muito conectado em se conhecer,  entender as características que temos, o que estamos consumindo naquele produto e consumir conscientemente. 

Assim como o slow food e o slow fashion, o slow beauty também mostra uma preocupação com a qualidade dos produtos em vez de sua quantidade. A pele é o maior órgão do corpo humano e do mesmo jeito que nos preocupamos em comer alimentos naturais e orgânicos, com os cosméticos não seria diferente. Sendo assim, os produtos possuem uma composição natural que faz bem para a pessoa e para o meio ambiente, além de incentivar uma ligação mais direta com o produtor, permitindo um maior controle sobre quem fez e como foi feito.

Não há um certificado e nem regras para o slow beauty, cada pessoa e/ou empresa pode interpretar de maneira diferente ou aproveitar como vantagem para vendas, por isso é muito importante prestar atenção no que estamos comprando e procurar informações antes de comprar. 

Se você quiser recomendações, há uma categoria na lista de onde comprar dedicada apenas a produtos livres de testes em animais e com formulação mais natural, pensada em quem usa e de onde foi retirado, vê lá
Post Comment
Postar um comentário

Colaboradores

Assinatura

Assinatura