Sobre o real significado do Natal

dezembro 16, 2016

Confesso que pela primeira vez me senti abalada com o mês de dezembro e todas as festividades de natal e ano novo que o acompanham. É bizarro a quantidade de consumismo que esse período tem, pessoas carregando sacolas por todos os lados, amigos secretos com presentes genéricos e todas aquelas reuniões de trabalho e família, com pessoas que muitas vezes não gostaríamos de estar.

Se o natal, um festival religioso e que celebra o nascimento de Jesus, e de acordo com a Bíblia, a personificação da bondade, simplicidade e do amor, porquê em uma época tão especial, o tempo é gasto com consumo? Com produtos muitas vezes produzido por pessoas que não tem nem oportunidade de comer decentemente, não só nesse dia, como em muitos outros. Se essa época é tão sagrada e importante, porque o aumento do abandono de cachorros aumenta em 70% no país? Não deveríamos, todos nós, rever nossas atitudes e se possível, gastar esse tempo e dinheiro com algo realmente positivo? 

Jesus se vestia da forma mais simples possível e era feliz apenas com o necessário. Ele estendeu a mão para todas as pessoas, sem julgamentos. Fez questão de dividir o pouco que tinha com todos e todos eram bem-vindos para se juntar a ele. E, mesmo assim, o que mais vejo nessa época são julgamentos, discursos de ódio, consumismo e ostentação.

2017 está logo ali e ele pode ser uma ótima oportunidade para mudar nossos costumes. Aqui no blog, existe a categoria Primeiros Passos que realmente pode te ajudar a mudar de rumo e talvez se sentir melhor consigo mesmo. Comece com uma atitude, veja como se sente, não tenha medo de errar pois isso só mostra o quão humano somos e erramos todos os dias.

Espero que esse Natal seja mais do que músicas clichês, presentes vazios e parentes distantes. Espero que para você, para mim e todos, ele nos lembre o quanto precisamos melhorar a cada dia e que a real felicidade não vem embrulhada. Para demonstrar que amamos não é preciso nenhum presente.

Mais sobre:
Por um natal menos consumista
Natal: A celebração do...consumo?
O consumismo e a essência do Natal
Do menino Jesus ao consumismo desenfreado
Consumerism Christmas - The sustainability dilemma


4 comentários on "Sobre o real significado do Natal"
  1. Puxa, adorei seu post e me identifiquei demais com a sua ideia de deixar tudo mais simples. Já tinha comentado em outro blog que me incomoda demais toda essa correria como se não houvesse amanhã depois de 31/12. E o mais importante da data que é Jesus acaba ficando de lado, no presépio.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!
      Fico feliz que tenha gostado do post :)
      As vezes pode parecer difícil nessa época do ano fugir do padrão, mas acho muito importante realmente lembrarmos do real motivo do natal. A imagem do papai noel muitas vezes é mais forte do que o próprio Jesus e isso já diz muito sobre as prioridades das pessoas.
      Beijo!

      Excluir
  2. Passando para desejar um maravilhoso 2017 cheio da presença de Deus, paz, amor, alegria e tudo de melhor!
    Bj e fk c Deus
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nana, muitíssimo obrigada!
      Te desejo tudo em dobro, tomara que seu 2017 seja incrível
      Beijo!

      Excluir

Colaboradores

Assinatura

Assinatura