Suas metas de 2017 são realmente suas?

dezembro 30, 2016

Chega final de ano e o que mais vemos é pessoas criando metas para o próximo ano. Enquanto a ideia de atingir objetivos e querer mudanças positivas em sua vida seja uma ótima prática, percebo que muitas vezes essa lista acaba com o efeito ao contrário. 

A sociedade está constantemente nos dizendo como devemos agir e ser, então será que naquele momento quando você decide que "precisa" perder 10 quilos no ano seguinte na verdade é por causa dessa pressão? Quantas vezes deixamos de tomar decisões ou atitudes que realmente queremos, apenas por medo do impacto que isso pode causar? De seguir um rumo que pode não parecer o mais desejável para os outros, mas que para você faz muito sentido?

Eu tive muito receio das decisões que tomei, pois para todos elas não pareciam certas, duvidei de mim mesma, do que eu realmente era e o que me faria feliz. No momento em que decidi ir contra esses pensamentos negativos, me vi muito mais livre para aceitar como sou. Me casei aos 18 anos com a pessoa que mais amo na vida, mas fui julgada (até hoje sou) por essa decisão, que na verdade me fez bem.

Será que na verdade a intenção quando somos lembrados do caminho "certo" de agir em sociedade, não é por rejeição dos outros de estarmos enfrentando esse sistema e realmente nos importando com a nossa própria felicidade, independente de ser socialmente aceito ou não? 

Acho importante questionarmos sempre o que fazemos. Foi dessa maneira que percebi e mudei muitos costumes que tinha. Sem esse pensamento, não teria me casado, nem virado vegetariana e muito menos me tornado minimalista e uma consumidora consciente. Com todas essas confraternizações e eventos sociais de final de ano, torna essas diferenças ainda mais fortes e contrastantes, o que só mostra novamente como é importante nos manter fieis ao que acreditamos e continuar priorizando a felicidade própria antes de tudo.
2 comentários on "Suas metas de 2017 são realmente suas?"
  1. Adorei o post. Isso me faz lembrar o quão importante é acreditarmos em nós mesmos. O pensamento, a reflexão é a alma de qualquer negócio. Nossa personalidade reflete justamente aquilo que pensamos. Logo, nossos objetivos na vida ficam em maior foco, possibilitando que possamos lograr o tão esperado êxito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que gostou, Felipe!
      É exatamente isso que você falou, quando cuidamos do interior o resto tende a se encaixar.
      Feliz ano novo! :)

      Excluir

Colaboradores

Assinatura

Assinatura