Consumindo de maneira sustentável? Algumas dicas para quem está começando

abril 13, 2017

Com tantas marcas e opções mais amigas do meio ambiente, pode se tornar um tanto que tentador trocar o guarda-roupa inteiro ou até mesmo a casa, afim de apoiar essas empresas. É compreensível que agora, depois de se tornar mais consciente sobre a indústria convencional você queira mudar todos os seus produtos e ter apenas poucos, bons produtos vindos de marcas que também estão na mesma linha de pensamento que você. 

Mas antes de pensar que ser sustentável é algo muito caro, distante e trabalhoso devido toda essa mudança dos seus produtos, preciso te avisar que ser mais sustentável não existem regras, não somos um grupo com pessoas diferenciadas e você não tem que comprar absolutamente nada, nem desapegar de nada que não queira.
Com isso em mente, é importante lembrarmos que a primeira etapa desse processo para ter uma vida mais simples e satisfatória vem ao usar o que já possui

Eu não deixei de usar as roupas que comprei há 2 ou 3 anos atrás em marcas de fast fashion porque simplesmente não faz sentido fazer isso. O nosso poder de decisão está no momento em que decidimos adquirir em loja, que escolhemos consumir aquilo e em troca, oferecemos o valor cobrado. Nesse momento, a loja vende e há o lucro em cima do produto. Mas e depois? O depois não interessa muito nesse sistema, por isso que seus produtos são feitos apenas para venderem e não produtos que são feitos para serem usados várias e várias vezes. 

A consequência disso, infelizmente, são milhares de produtos sem destino que vão parar no melhor caso em centros de doação ou acabam indo para o aterro sanitário mesmo. O que muita gente não sabe, é o tempo para esses produtos se decompor ou "desaparecer" de verdade, uma camiseta de poliéster por exemplo, pode facilmente demorar 400 anos até se decompor.
Por isso, aconselho e tento consumir quando preciso, de produtos já usados e que não estão mais servindo ao dono antigo. É uma segunda vida a esse objeto, podemos assim por dizer. Além de lugares como bazar, brechó, hoje em dia é possível procurar grupos e sites como Enjoei, que fazem o processo de busca ser bem menos trabalhoso e mais acessível.

Claro que nem sempre iremos encontrar o item necessário, nesse momento te aconselho a procurar uma marca que está realizando um trabalho legal, honesto e consciente. No começo pode parecer um pouco difícil e até mesmo confuso consumir dessa maneira, mas te garanto que não há nada mais sustentável do que consumir consciente.


Mais sobre:

Post Comment
Postar um comentário

Colaboradores

Assinatura

Assinatura